Lucca é uma cidade próxima a Pisa que manteve seu centro histórico de “cidade murada”; primeiramente era habitada por lígures, povo mais antigo a habitar a região e logo depois dominados  pelos etruscos e posteriormente pelos romanos.

lrm_export_20180803_17294591102814-300x225

A muralha que cerca a cidade antiga atualmente é uma espécie de parque, você pode andar por sua extensão sob a sombra de árvores, sentar-se na grama e aproveitar para ver a cidade de outro jeito.

lrm_export_20180803_114420-980999084-300x225

É muito fácil se perder em Lucca! Paramos nosso carro próximo à uma das entradas da cidade, numa rua sem parquímetro. Entramos e logo ouvi um barulho forte e um cheiro estranho. Era uma espécie de esgoto ou rio que corre coberto pela cidade e naquele ponto volta a superfície.

received_301641427248164-1580729670-300x225

Já salve no seu Googlemaps ou logo na entrada há mapas disponíveis. Nós entramos pela Porta San Jacopo, na Viale Agostino Marti.

DSCF3067-300x225

Como chegamos cedo não encontramos nenhum no pedestal, por isso vou deixar um mapa disponível para download aqui nesse link.

lrm_export_20180803_1141421052968798-225x300

Os traços medievais são os mais presentes na arquitetura da cidade que era um ponto de parada importante para peregrinos vindos da França em direção à Roma. Na verdade, esse foi o período de maior riqueza da cidade.

received_3021720505284352036312974-300x200

wikipedia

Um dos pontos mais icônicos de Lucca e a torre Guinigi, construída pela família Guinigi curiosamente nasceram carvalhos em seu topo. Famílias ricas construíam torres e igrejas para mostrar seu poder na época.

lrm_export_20180803_1140532143992997-225x300

É possível subir os mais de 200 degraus e ver a cidade lá de cima. Custa 3,50 euros.

DSCF3084-1-300x225

Perto da torre fica a igreja ortodoxa de Sant’Anastasio, reparamos na diferença das construções entre as igrejas apostólicas.

DSCF3086-225x300

Também passamos pela igreja de Santa Giulia, toda em mármore.

received_3016414072481662129923587-225x300

Como não poderia faltar, chegamos ao duomo da cidade.

lrm_export_20180803_0139001417669650-300x225

vista lateral do Duomo

Catedral de San Martino foi construída no século XI e depois reformada em partes para estilo gótico no século XIV, ela impressiona pelo trabalho entalhado em mármore e detalhes.

lrm_export_20180803_1135182140392130-225x300

Dentro da catedral há murais, vitrais e o Volto Santo, famoso crucifixo em madeira.

san-michele-lucca-camila-latorre-blog-300x225

A entrada custa 3 euros.

lrm_export_20180803_113748-1583481188-225x300

Em seguida fomos ao Teatro Comunale de Giglio, construído no século XVII e em funcionamento até os dias atuais.

DSCF3112-300x225

Fomos agora em direção a Igreja de San Michele in Foro, antigo fórum romano transformado em igreja em meados 845 AEC.

received_3016424305813972039103235-225x300

A igreja passou por reformas no século X, XII e XIV. Uma das coisas que me chamou a atenção é que na arte exterior há a presença dos signos do zodíaco como na Torre do Relógio de São Marcos em Veneza.

received_3016423672480701062048525-225x300

Acredito que Lucca é a cidade com mais igrejas por metro quadrado rsrs. O apelido da cidade na verdade é “cidade das 100 igrejas”.

DSCF3108-300x225

Próxima parada foi na Basílica de San Frediano, construída em estilo românico no séc. XI a pedido de um monge irlandês Fredianus, foi ampliada nos séculos seguintes e ganhou o famoso mosaico bizantino a partir do séc. XIII.

DSCF3132-300x225

O mosaico brilha com a luz do sol e é possível vê-lo de longe representando a ascensão de Cristo. Dentro há diversas obras e inclusive o corpo mumificado de Santa Zita, famosa na cidade, fica numa das capelas.

lrm_export_20180803_133726-01-1174935247-300x260

Os ângulos eram um pouco complexos, cidade pequena e igrejas altas

Continuamos até a Praça do Anfiteatro, nos tempos romanos o local era o anfiteatro da cidade e na idade média foram construídas moradias no entrono, atualmente apenas o formato do teatro permanece.

DSCF3136-300x225

Bom local para degustar a culinária da cidade ou tomar um café.

DSCF3139-300x225

Lucca é aquela cidadezinha despretensiosa e riquíssima que faz diferença no seu roteiro.

DSCF3129-300x225

É possível passar boas horas andando por suas ruelas, admirando suas fontes e até um monumento em homenagem a Garibaldi (por sua atuação na unificação do país).

DSCF3111-300x225

Passamos pelos menos 3 horas na cidade, mas recomendo pelo menos meio dia. Acabamos pegando igrejas e alguns outros locais legais fechados. Confira aqui mais informações e sobre o passe dos museus da cidade.

Depois Lucca iriamos para Pisa, devolver o carro alugado e voltar para casa.

O parceiro aqui do blog o Rent Cars além de sempre oferecer os melhores preços você ainda paga em real, não paga iof e pode dividir! Eu economizei muito com eles e clicando aqui você terá 5% de desconto.

Agora só falta Pisa, continue acompanhando os posts!

pinit_fg_en_rect_red_28