O que fazer em Seul? Principais atrações da capital sul coreana

Eu poderia dizer que atualmente Seul, capital sul coreana, está no meu top 5 de lugares incríveis que visitei.

Tudo era novo, me senti analfabeta e comi muita coisa que não gostei por não saber falar a língua, até os miojos tem pimenta fortíssima. Mesmo com essas dificuladades eu voltaria hoje, se pudesse.

Eu quando fui fiquei hospedada na região de Hanok Village no bairro Bukchon, o que me deixou perto de alguns pontos turísticos importantes. Recomendo a região, há acesso fácil por ônibus e metrô.

Outro local bem interessante de se hospedar é o Meyongdong e Insadong, por serem bairros cheios de comércio e atrativos, centrais e de onde é possível se deslocar fácil para as demais regiões.

Hanok Village

A mais bem preservada Hanok Village em Seul é a do bairro Bukchon. Em coreano Bukchon significa “vila ao norte” que é a sua localização. Esse estilo arquitetônico Hanok se iniciou no período da dinastia Joseon, era usada para moradia de funcionários do governo da época.

O melhor jeito de conhecer a Hanok Village é andar pelas ruelas, entras nas casas e quem sabe se vestir com as roupas tradicionais coreana?

Endereço: Coreia do Sul, Seoul, Jongno-gu, Gahoe-dong,

Templo Jogyesa

O templo budista Jogyesa, primeiramente construído no século XIV, foi totalmente destruído num incêndio e reconstruído em 1910.

Jogyesa capital seul

O templo é lindo e muito bem preservado, com um paisagismo incrível e que mesmo estando no meio de Seul te transporta para um lugar de tranquilidade.

Rio Cheonggyecheon

Rio Cheonggyecheon é um rio que corta parte da capital e tem em média 8km de extensão. É possível caminhar em suas margens e em alguns pontos do rio há obras de arte, eventos temporais (quando visitei a cidade ocorria o festival da lanternas) e etc.

Esse riacho sofreu diversas vezes com a ação do homem, foi tampado com concreto depois da guerra entre as Coréias até que um prefeito decidiu recuperá-lo e despoluir suas águas. Atualmente é o maior parque horizontal urbano do mundo.

Endereço: 1 Cheonggyecheon-ro, Seorin-dong, Jongno-gu, Seoul

Mercado Namdaemun

O mercado Namdaemun,  possui uma parte dedicada à comida típica coreana e foi nele que experimentamos nosso primeiro prato típico tteokbokki, um bolinho de arroz cozido com um molho muito apimentado e também o suco de arroz Sikhye, é uma bebida doce feita de arroz e se bebe gelada.

Além de comidas prontas para consumo imediato há a venda de peixes, temperos e mercadorias em geral, incluindo roupas típicas e tecidos. Achei muito divertido.

Endereço: 21 Namdaemunsijang 4-gil, Hoehyeon-dong, Jung-gu, Seoul

Portão Heunginjimun

Heunginjimun é um portao e muro que protegiam a parte leste da fortaleza da cidade e se difere dos demais, pois em frente à abertura de seu portão há um pequeno muro chamado Ongseong que ajudava a proteger do ataque dos invasores.

Não era permitido entrar e nós apenas passamos ao redor. Fica no caminho entre alguns locais.

Endereço: 288 Jong-ro, Jongno 5(o).6(yuk)ga-dong, Jongno-gu, Seoul

Insadong

Resolvemos ir para Insadong, é um bairro com muitos bares e restaurantes. A vida noturna em Insadong é bem intensa aos finais de semana e também é possível aproveitar os famosos karaokês e comércio de rua.

Museu Nacional do Folclore da Coréia

O Museu Nacional do Folclore da Coréia há uma coletânea bem explicativa da cultura e tradições coreana, arte e até uma vila recriada ao ar livre com várias fases da cultura coreana.a entrada é gratuita e vale a visita.

O museu abre todos os dias e possui horários diferentes de encerramento das visitações durante o ano.

Endereço: 37, Samcheong-ro, Jongno-gu, Seoul

Palácio Gyeongbokgung

O Palácio Gyeongbokgung é sem dúvidas, um dos locais mais importantes para visitar estando na cidade. Nesse palácio esta a réplica do trono coreano da dinastia Joseon. É um local bem grande e vale andar por todo a área do palácio.

Saindo de Gyeongbokgung, pela entrada principal, há o Portão Gwanghwamun, no mesmo estilo arquitetônico das construções do palácio e também acontece uma cerimônia de troca de guardas.

O melhor custo benefício para nós foi comprar o ticket combinado (combination ticket) que custa 10 mil wons para adultos e 5 mil wons para crianças que inclui os 5 principais palácios (Gyeongbokgung Palace, Changdeokgung Palace – the Secret Garden está incluído, Changgyeonggung Palace, Deoksugung Palace and Jongmyo Shrine).

Além de mais econômico você evita as filas enormes para entrar nas atrações, com o ticket em mãos é só se direcionar aos portões de entrada.

Endereço: 161, Sajik-ro, Jongno-gu, Seoul

Museu do Palácio Nacional da Coréia

A entrada também é gratuita e o museu possui uma coleção de peças dos palácios reais e outros prédios importantes da dinastia Joseon. Quando estive em Seul o museu estava fechado, mas estava em nosso roteiro.

foto site oficial do museu

Endereço: 137 Seobinggo-ro, Seobinggo-dong, Yongsan-gu

Estátua Rei Sejong

A estátua em homenagem ao Rei Sejong está situada na praça Gwanghawmun, uma das principais da cidade. O criador do hangeul (escrita coreana) e diversos avanços tecnológicos como relógios e o primeiro pluviômetro, é considerado um dos mais importantes reis da história coreana.

Endereço: 172 Sejong-daero, Sejongno, Jongno-gu, Seoul

Cafés temáticos

Visitar um café temático em Seul é uma divrsão à parte. Há diversas opções de temas como: gatos, cães, Hello Kitty e etc, nós acabamos descobrindo um com ovelhas.

O Thanks Nature Café fica na parte de baixo de uma galeria, você já vê as fofinhas antes de entrar (elas ficam ao lado, na parte de fora do café). Descobrimos lá indo atrás de um restaurante que pesquisamos no Google, porém estava fechado há algum tempo.

Endereço: 10 Hongik-ro, Seogyo-dong, Mapo-gu, Seoul, Coreia do Sul

Palácio Changdeokgung

O palácio Changdeokgung foi construído no século XV, queimado durante uma invasão japonesa e reconstruído em 1592.

Era uma das residências oficiais dos reis coreanos e inclusive conta com as residências das rainhas e reis anciãos o Palácio Changgyeonggung. A entrada desse palácio está incluída no ticket combo que compramos.

Endereço: 99, Yulgok-ro, Jongno-gu, Seoul

Jardim Secreto

O Jardim Secreto é uma atração à parte e tivemos que acompanhar uma guia pelo local (até então os outros locais podíamos andar livremente). O lugar é magico! Com uma biblioteca exclusiva de uso do rei e vários pontos de contemplação.

Palácio Deoksugung

Deoksugung era inicialmente a casa do irmão do rei Seongjong e durante muitos anos houve mudanças em seu status de local oficial e não oficial, assim há algumas construções modernas dentro da área do palácio, como o museu de arte de Seul. Aqui é onde você vê a troca da guarda.

A troca de guardas acontece no portão Daehanmun, exceto as segundas, nesses horários: 11:00-11:40 / 14:00-14:40 / 15:30-16:30.

Endereço: 99, Sejong-daero, Jung-gu, Seoul

Santuário de Jongmyo

O Santuário Chongmyo ou Jongmyo, estava incluído em nosso ticket de entrada nos palácios e também é tombado como patrimônio da UNESCO. A entrada é pelo portão principal que vou deixar marcado no mapa e a visita só é permitida com guia.

Há os horários do início das visitas nesse link e infelizmente não há guias em português.

Endereço: 157, Jong-ro, Jongno-gu, Seoul

Meyong-dong

Meyongdong é um bairro muito bom para compras, encontrar bons restaurantes, fazer o câmbio do dólar para o won lá foi mais vantajoso. Além de lojas famosas e internacionais há as principais lojas de K-beauty e comi uma calda de lagosta deliciosa.

O movimento das comidas de rua começa após ás 17h.

Coex

Coex é um shopping subterrâneo (um dos maiores do mundo). Primeira impressão ao chegar ao Coex é deslumbramento! Uma biblioteca enorme bem no meio do complexo, várias pessoas lendo, devolvendo e pegando livros, foi bem legal ver como funciona tão bem mesmo o acesso estando completamente livre.

Há também um centro de convenções e um aquário no shopping.

Endereço: 513 Yeongdong-daero, Samseong 1(il)-dong, Gangnam-gu, Seoul

Monumento Gangnam Style – Psy

Na saída do Coex fica o monumento que foi instalado em homenagem ao cantor Psy, mundialmente conhecido por Gangnam Style, música que fala sobre o estilo de vida do bairro de Gangnam. A música fica tocando em looping.

Endereço: 858-29 Yeoksam-dong, Gangnam-gu, Seoul

Templo Bongeunsa

O templo Bongeunsa foi construído durante a dinastia Silla em 794 DEC é um dos locais mais antigos da história de Seul. É permitido entrar gratuitamente, não é permitido filmar dentro dos templos e a estátua do Buda enorme fica aos fundos do complexo.

Endereço: 531 Bongeunsa-ro, Samseong 1(il)-dong, Gangnam-gu, Seoul

Noryangjin Fish Market

Noryangjin Fish Market fica em Dongjak-gu, permanece aberto por 24h e se você for de madrugada, lá pelas 2 ou 3 da manhã é possível ver o leilão de peixes.

O mercado foi fundado em 1921, passou por uma modernização, nos andares de baixo ficam as lojas com os peixes e frutos do mar, maioria vivos em tanques e no andar superior restaurantes e lojas de utensílios. O melhor lugar para quem deseja provar o Sannakji.

Endereço: 674 Nodeul-ro, Noryangjin-dong, Dongjak-gu, Seoul

Museu de Nacional da Coréia

O Museu Nacional da Coréia é um museu enorme, suntuoso e gratuito. Ele é composto de diversas coleções pessoais que foram doadas, doações de países amigos e achados arqueológicos e contando parte da história coreana e de cultura asiática em geral.

O trono coreano está dentro do museu

Endereço: 137 Seobinggo-ro, Seobinggo-dong, Yongsan-gu, Seo

Dayso gigante

A maior Dayso que já vi! São 8 andares de produtos maravilhosos para todas as ocasiões. Tem lanchinhos, beleza, louças, coisas de bebê… uma infinidade de possibilidades. Comprei muita coisa lá rsrs.

Endereço: 134-1 Jung-gu, Seoul

Lotte Mart 

O maior mercado que vimos foi o Lotte Mart que fica na Seoul Station, também tem um shopping estilo outlet ao lado. Há outros Lotte Market pela cidade, mas esse foi o mais legal para quem gosta de supermercados.

Endereço: 405 Hangang-daero, Hoehyeon-dong, Jung-gu, Seoul

N Seoul Tower

A N Seoul Tower foi construída nos anos 1980 é há diversos atrativos além da vista maravilhosa da cidade.  O acesso a entrada da torre pode ser feito por uma escada ou um elevador a partir da rua Namsangongwon-gil, fomos andando de Meyongdong até lá. Você pode optar por subir e descer pela trilha até o pé do elevador da N  Seoul Tower também e pagar apenas o valor do elevador da torre.

Endereço: 105 Namsangongwon-gil, Yongsan 2(i)ga-dong, Yongsan-gu, Seoul

Vou fazer um post específico sobre os locais mais legais para comer e onde tomar o chá tradicional coreano. Além destes acima eu visitei cassino, SevenElevens, shoppings, mas acho que esses são os principais locais para visitar.

Todos os lugares que indico no post eu visitei e são minhas preferências pessoais.

Você já foi para Seul? Me conta aqui o que eu deixei de fora.

2 Replies to “O que fazer em Seul? Principais atrações da capital sul coreana”

    1. hehehehehe Olha boa parte das atracões turísticas com inglês dá pra se virar bem, sabe? Os Palácios tem tours em inglês. Lojas de beleza, por exemplo, era difícil encontrar alguém q falasse inglês, mas dava pra se comunicar com mímica e foto de produtos do google. O mais difícil foi comer em lugares mais locais quando o cardápio não tinha foto ou a demonstração dos pratos rsrs eu pedi um macarrão gelado (Naengmyeon) querendo comer a versão quente rsrs Mas é divertido kkkkkk

Deixe uma resposta